Quando comecei a me amar

Palavras bonitas em Self Love. Uma poema lido por Charlie Chaplin em seu 70° aniversario (16 de Abril, 1959) originalmente escrito por Kim McMillen:

Quando comecei a me amar eu achei que angústia e sofrimento emocional são apenas sinais de que eu estava vivendo contra a minha própria verdade aviso. Hoje eu sei, este é AUTHENTICIDADE.

Quando comecei a me amar eu entendi o quanto pode ofender alguém se eu tentar forçar meus desejos sobre esta pessoa, mesmo sabendo que não era o momento certo e a pessoa não estava pronto para isso, e mesmo que essa pessoa era eu. Hoje eu chamá-lo RESPEITO.

Quando comecei a me amar eu parei o desejo por uma vida diferente, e eu pude ver que tudo o que rodeado me foi convidando-me a crescer. Hoje eu chamá-lo MATURIDADE.

Quando comecei a me amar compreendi que em qualquer circunstância estou no lugar certo no momento certo, e tudo acontece no momento exatamente certo. Para que eu pudesse ter calma. Hoje eu chamá-lo AUTOCONFIANÇA.

Quando comecei a me amar eu parei de roubar meu próprio tempo e eu parei de projetar grandes projetos para o futuro. Hoje, eu só faço o que me traz alegria e felicidade, as coisas que eu amo fazer e que faz meu coração alegria, e eu fazê-las à minha maneira e no meu próprio ritmo. Hoje eu chamá-lo SIMPLICIDADE.

Quando comecei a me amar, eu me libertei de tudo o que não é bom para a minha saúde – comida, pessoas, coisas, situações e tudo o que me atraiu para baixo e longe de mim. No começo eu chamei esta atitude um egoísmo saudável. Hoje eu sei que é AMOR DE SI.

Quando comecei a me amar eu parei de tentar estar sempre certo e desde então eu estava errado menos parte do tempo. Hoje eu descobri que é MODÉSTIA.

Quando comecei a me amar, me recusei a continuar vivendo no passado e se preocupar com o futuro. Agora eu só vivo para o momento, onde tudo está acontecendo. Hoje eu vivo cada dia a cada dia e eu chamá-lo CUMPRIMENTO.

Quando comecei a me amar eu reconheci que a minha mente pode me perturbar e pode fazer-me doente. Mas como eu conectá-lo ao meu coração, minha mente tornou-se um valioso aliado. Hoje chamo esta conexão: SABEDORIA DO CORAÇÃO.

Nós não precisamos mais temer argumentos, confrontos ou qualquer tipo de problemas com nós mesmos ou outros. Mesmo estrelas colidem e desde estas colisões novos mundos nascem. Hoje eu sei QUE É A VIDA!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.