Por que Satsang?

[English]

Por que Satsang?

Duas horas seguidas ter tempo para ti mesmo sem interrupções é a base do meu Satsang. Duas horas para treinar a tua autoconsciência. E isso só uma vez por mês. É pouco mais um início. Eu sei que tu estás com pressa e tens outras coisas para fazer. Sei também que essas duas horas resultam em um atraso no tempo.

Por que treinar a autoconsciência?

A autoconsciência leva ao autoconhecimento. Há 99% de falta de autoconhecimento. Temos conhecimento do mundo ao nosso redor. Do mundo material. Sabemos tudo e temos uma opinião sobre tudo. Quem fingimos ser é uma ilusão que construímos cuidadosamente desde a infância, com base no que é esperado de nós no mundo exterior. Apenas aprendemos a nos comportar de acordo com as regras em vigor. Queremos ser amados e procuramos amor, aprovação e apreciação em tudo o que fazemos. Fora de nós. Dessa maneira, as pessoas ficam cada vez mais desequilibradas com todas as suas consequências, como doenças físicas e mentais.

A autoconsciência leva ao autoconhecimento necessário. Somente quando temos esse conhecimento é que podemos viver plenamente da maneira que a vida deve ser. Viver em amor e compaixão contigo mesmo e com o outro. Somente então o caminho se torna visível no qual tu desejas caminhar. 

Porque eu?

Tu, como a maioria das pessoas, provavelmente és incomodado por dúvidas, preocupações, pensamentos correndo em tua cabeça e falta de energia. Caso contrário, não lerias isso.

O que acontece durante um Satsang?

Meu Satsang começa com movimento, geralmente uma forma simples de yoga. Para ser capaz de ficar bem com os dois pés na terra. Então serás guiado por mim a relaxar profundamente enquanto se deita confortavelmente no chão. Terminamos com uma meditação sentada, onde praticas a autoconsciência. Uma conversa segue no final das duas horas. Falamos sobre a vida e sobre as possibilidades de contentamento, tomamos chá e comemos algo doce para voltar à vida quotidiana com novas ideias.

  • Quando: Em princípio, todo segundo domingo do mês, das 10h às 12h. Em abril, no terceiro domingo do mês, em conexão com a Páscoa. Então, 19 de abril!
  • Onde: No Yoga Studio Marvão em Santo António das Areias ou no verão na minha quinta à sombra das oliveiras.
  • Registro: Por favor! Por motivos de organização, o mais tardar na sexta-feira anterior ao domingo.
  • Custo: € 10
  • Informações: www.yogastudiomarvao.com liesbeth@liesbethsteur.com +351 967 421 914

Satsang no Domingo

O Satsang no domingo sempre acontece no segundo domingo do mês.
Domingo, 8 de março, é a vez novamente, das 10h às 12h no estúdio de yoga.
Dispomos de tempo para aprofundar os exercícios de yoga, relaxamento profundo com Yoga Nidra e meditação. Depois, há tempo para conversar, tomar chá e algo saboroso.

Espero recebê-te.
Registra-te via e-mail ou whatsapp.
Contribuição: € 10

ENGLISH

The Satsang on Sunday always takes place on the second Sunday of the month. Sunday 8 March it is that time again, from 10 to 12 am in the yoga studio.
We take the time to deepen yoga exercises, in-depth relaxation with Yoga Nidra and meditation. Afterwards there is time to talk, for tea and something tasty.
I hope to welcome you.
Register via e-mail or whatsapp.
Costs € 10

Satsang Sunday – Domingo

Photo by Dorota Dylka on Unsplash

[English]

Hoje, o domingo 9 de fevereiro foi o primeiro Satsang deste ano. Com 10 participantes, iniciei uma nova jornada para treinar a concentração e alcançar um estado de meditação.

Somos treinados desde o nascimento para atender quase exclusivamente ao mundo externo. Desenvolvemos o hábito de virar a nossa mente para fora e permitir que nossa atenção seja direcionada por nossos sentidos. Portanto, é natural que, quando nos sentamos para meditar, nossa mente vagueie, atraída por estímulos sensoriais ou por memórias de experiências sensoriais passadas.

Para alcançar o estado de meditação, precisamos ser capazes de nos concentrar em uma coisa. Precisamos de uma mente uni direcionada. Treinamos para ser o mestre de nossa consciência.

Uma mente uni-direcionada ou ser mestre da consciência tem ao mínimo 2 benefícios: 

  1. A mente se torna uni direcionada. Tu aumentas a tua capacidade de concentração. Uma mente uni direcional é útil em todas as áreas da vida, mas é indispensável na jornada em direção à auto-compreensão.
  2. Ele muda a direção da tua atenção para dentro. Para o yoga e muitas outras áreas da vida, precisas mudar a mente para dentro.

Na meditação, o praticante se torna uma testemunha dos seus pensamentos e desenvolve a consciência do processo de pensamento.

Meu objetivo era levar o corpo e a mente a um relaxamento tão profundo que pudesse cultivar a consciência, observando e acolhendo o que estivesse presente sem julgamento.

Outro resultado é que talvez possa explorar uma sensação subjacente de paz naquele espaçoso vazio onde tudo é.

Começamos com posturas simples de yoga para fundamentar e tomar consciência de todo o corpo.

Em segundo lugar, fizemos uma versão curta do Yoga Nidra, uma técnica de relaxamento profundo e talvez uma forma de meditação. Esse sono yogue é um estado entre dormir e acordar. Renova o corpo e a consciência. Promove profundo descanso e relaxamento e expande a autoconsciência. É uma forma de relaxamento guiado.

Depois, sentamos para meditar. Por 20 minutos, a respiração foi nosso ponto de concentração enquanto permanecíamos conscientes do processo de pensamento.

Durante o chá com doces, todos lentamente voltamos às nossas vidas. O feedback foi interessante. Alguns pensaram que a parte da meditação era demais. A sessão sentado com as costas retas provocou alguma distração. Outros tiveram ótimas experiências nas três etapas.

Espero que todos os praticantes continuem treinando a sua consciência no dia-a-dia. Apenas esteja consciente de vez em quando para onde vai a tua consciência. O que estás a pensar? Ali, com o pensamento, estão a tua consciência e tua energia. Pergunte a ti mesmo: quero estar lá? Sim? Então lide com isso. Não? Traga a tua consciência de volta para onde queres que seja e lide com o pensamento mais tarde.

Tu és o mestre da tua consciência.

Muito obrigada aos participantes e o próximo Satsang será no domingo, 8 de março de 2020, das 10: 00-12: 00 horas.

Podes te inscrever.

Satsang – Meditação no Domingo

victor-BiGS_w9t7FU-unsplash
Victor at Unsplash.com

[English]

Eu tenho duas questões para ti:

1. Por que queres aprender a meditar?
2. Quanto desejas aprender a meditar?

A meditação é uma ciência e uma forma de arte que requer disciplina e comprometimento. Sem disciplina, nunca alcançarás o ponto de concentração, muito menos o ponto de meditação.

Meditação é uma concentração de toda a energia num ponto de foco.

A razão pela qual persigo apreender a meditar é:
Criar a vida que desejo e experimentar estados mais elevados de consciência.

Amor, disciplina e felicidade
O amor dá origem à disciplina da concentração. Quando amas alguma coisa, queres passar mais tempo com a coisa. Desenvolva força de vontade para disciplinar a tua vida, para que possas ter mais tempo com o que amas. Desenvolves a concentração para experimentar mais do que amas duma maneira mais profunda. O subproduto de experimentar o que amas plenamente é o sentimento de felicidade.

Não busque a felicidade; em vez disso, crie um estilo de vida em que o subproduto desse estilo de vida resulte numa sensação de felicidade.

Dever de casa:

Sente-se com as costas retas.
Feche os olhos e expire até o ar acabar.
Inspire devagar e com cuidado e encha-se de ar.
Expire até ficar vazio.
Repita esse modo de respirar 10 vezes.

Profundo – Lento – Uniformemente.

Agora, deixe o corpo respirar de maneira natural.

Fique quieto.

Um pensamento aparece.
Começaste a pensar em alguma coisa.
Observa-te.

Pensar é mecânico.

Apanha o pensamento.

E espire …

Como se estivesses respirando o pensamento fora de ti.

Faça isso por 5 a 10 minutos, 5 dias por semana.

Até o próximo Satsang, no domingo, 12 de janeiro de 2020.

Com amor, Liesbeth

Meditação no Domingo 13/10/2019

cropped-peter-hershey-113988-unsplash-1.jpg

 

[English]

Quando levas uma vida caótica, não comece a meditar. Não levará a nada. Talvez até mais caos. Primeiro organize a tua vida para que possa apoiar a tua meditação. Leia e vais entender o porquê.

95% do que fazemos, dizemos e como agimos na vida vem do subconsciente.

Como segues os passos subconscientes ao tomar banho e te vestir. Esse é um processo subconsciente com um objetivo. A meditação também é um processo com uma meta, um propósito. O processo é entrar num estado prolongado de concentração consciente que gera a criação no sentido mais amplo. Antes que isso aconteça, o estado extremamente concentrado da mente possibilita a conexão com a mente subconsciente onde está o teu sistema operacional. O objetivo é reprogramar o sistema operacional subconsciente. Então a criação vai surgir.

Primeiro, SE CONHEÇA, então a conexão com aquele ponto doce de silêncio e criação pode ser feita.

Nunca na vida aprendemos como concentrar ou focar! Aprendemos como distrair r pensar sempre ao futuro com a programação do passado.

A necessidade de aprender a se concentrar deve fazer parte da tua rotina diária. Faça parte da tua vida começando a fazer uma coisa de cada vez. Portanto, escovar os dentes significa que estás presente na escovar, pensando apenas na tua boca, dentes e escova de dentes; conduzir o teu carro e fique 100% consciente do que estás a fazer, sem pensar no que comer no jantar.

Lembre-te de que é preciso coragem para meditar. Com os olhos fechados, não sabes o que vais encontrar. Emoções não resolvidas surgirão da mente subconsciente. Amor próprio, aceitação própria e reconhecer o que parece são a chave! Nunca julgue a ti mesmo ou a outro.

A meditação é uma oportunidade de te familiarizar com todas as coisas que acontecem no e que vêm do teu subconsciente. Olhe para ela, aumente o zoom, sinta-o em todas as tuas células, diminua o zoom e deixe-o desaparecer. Então volte para o teu corpo no estado atual. Essa é a única maneira de conhecer a ti mesmo, teu eu-robô, teu eu-piloto automático e reprogramar.

Prática de meditação
Esteja consciente de que precisas de amor incondicional e força de vontade para iniciar e sustentar essa prática. Então pegue uma nova rotina. Marque um encontro diária contigo, com a tua energia. Crie um espaço de meditação e comece a ficar sentado por 5 minutos, durante 5 dias por semana. Na semana seguinte, faça 10 minutos, etc.

Obrigada pela tua presença e espero encontrá-lo novamente no próximo Satsang – Meditação e Conversa no Domingo – 10 de novembro de 2019, 10: 00-11: 30 horas no Yoga Studio Marvão.

Domingo – Sunday

cropped-peter-hershey-113988-unsplash.jpg

Domingo dia 12 de julho às 10:00 horas.

Sunday 12th of July at 10:00 hours

Meditação Vipassana e mais. Vipassana meditation and more

Na natureza da minha quinta. In nature at my farm.

Contribuição / Contribution: € 7 incluindo chá e doces / including tea and sweets

Deixa-me saber se vais ficar presente por razões de organização 🙂

Let me know if you can be there, just for organization reasons 🙂

Liesbeth

Um braço dobrado

IMG_3290

[English]

No segundo domingo do mês, organizo um Satsang.

Satsang
Sânscrito (Índia): sat = verdade, sanga = companhia.
Geralmente traduzido como:
encontro com a verdade

Satsang para mim significa: estar junto com pessoas que se preocupam com as suas vidas e saúde e querem entender o que é a vida.

Cheguei ao entendimento de que estou aqui nesta vida para aprender uma coisa: como ser “humano”.

Talvez isso pareça um pouco estranho, até perceber que tudo que aprendes quando crescer é se comportar de acordo com as expectativas da sociedade. Te adaptas constantemente aos desejos dos outros e te tornas irreal e insalubre.

Tu aprendes:

  • Como agradar a todos
  • Como ye tornar um escravo obediente à economia que precisa crescer constantemente
  • Como estar a serviço do dinheiro
  • Como estar em serviço para o outro

Assim, na maioria das vezes, as pessoas são vítimas das circunstâncias que a vida parece apresentar espontaneamente, em vez de uma pessoa consciente. As pessoas dormem. Eles vivem sem qualquer objetivo na vida, exceto agradar ao mundo, com o descontentamento e o vazio como resultado. A social média e os smartphones são a distração ideal para não perceber que estás sonambular, para evitar que acordes.

Precisamos acordar para nos tornar humanos. Para nos tornar boas pessoas que sabem o que é a vida. A questão é: como?

Bem, para isso só precisamos de duas coisas:

1. Um meio para desenvolver o autoconhecimento. Meditação é um desses meios. Dissolve passo a passo o irreal em ti. Depois de algum treinamento, a meditação destrói aquilo que é irreal, então tudo o que não é tu.

2. Um braço dobrado para interagir com os outros. Então ninguém pode se aproximar de ti. Sejas todo o amor pelos outros e pelo mundo e mantenhas essa distância do “braço curvado”.

Cada Satsang preencherá as duas necessidades. Meditamos e treinamos como curvar o braço.

Onde: Quinta Os Chões (a minha quinta em Ponte Velha)
Quando: domingo, 9 de junho de 2019 e cada segundo domingo do mês.
Horário: 10: 00-11: 30 horas
Preço por Satsang: 7 €