Doaland and Retiro Wudang Taijiquan

[English]

Para aqueles que estão pensando em se juntar ao Retiro de Taijiquan Wudang em Portugal 22-27 novembro de 2018 e para aqueles que já se inscreveram para o Retiro, o fundador e professor da Daoland, Rene Goris, se apresenta com este vlog.

Rene:

Então, entrar em um programa de retiro é uma boa ideia. Tu podes experimentar como é levar uma vida como um Daolander, inspirado pela infinita sabedoria das tradições, artes e estilos de pensamento Daoistas.

Como um praticante de 30 anos, desenvolvi uma perspectiva única como um ocidental. Eu cometi todos os erros que os ocidentais e os chineses modernos cometem e inconscientemente foi ajudado pela lógica de alguns professores não Daoistas e alguns Daoistas para que eu me tornei um Daolander. E principalmente por desafiar o que pensava ser verdade no passado. Isto é, por desafio da opinião populista. Então minhas aulas e minhas palestras não são as mais fáceis.

Juntamente com Liesbeth, a organizadora e anfitriã graciosa do evento, apresentamos um esboço do programa. O programa leva muito oportunidade para satisfazer a tua própria curiosidade. Além do meu programa (o que eu gostaria compartilhar contigo), baseado no Manual de Saúde Daoland, entre outras coisas, eu gosto de tu me questionar para que o retiro seja uma comunicação. Claro que gravarei muitas das aulas para uso posterior na escola, neste canal e talvez algumas partes para o público.

Abaixo encontras o Programa de Desenvolvimento do Wudang Taijiquan Retreat em novembro de 2018. Eu ainda estou trabalhando nisso enquanto vamos, e uma versão final estará pronta a tempo. A tua entrada como convidados já é apreciada. Se tu entrar no Canal do Patreon, é fácil entrar nessa discussão.

Program Wudang Taijiquan Retreat November 2018

Thursday, 22 November
17:00 hours: Latest arrival at Lisbon Airport: Thursday 22 November 2018.

18:00 hours: Transfer from the airport to TrainSpot Guesthouse in Beirã. (2,5 hours drive)

21:00 hours: Introduction and a light dinner. I am told there is a unique cook for the event that is able to make exquisite meals.

Friday, 23 November
08:00 hours: Morning Meditation. This first morning we do a free meditation so that I can see how everyone tends to meditate. Or you can just follow me in my program.

08:30 hours: Breakfast

09:30 hours: Walk into nature and Taiji. Besides making a start with learning the Daoist roots of a special form of Taijiquan, including nature infused movement, standing practice and some applications in daily life in nature and martial arts, we also do some form developing practice. That means based on our experience of nature we get on with things. Flowering of Jing-coherence.

13:00 hours: Lunch

15:00 hours: Talk / lecture: In this program we will introduce some aspects of Taijiquan philosophy, originating in Ru thinking, Ming dynasty developments in movement and meditation and the 20th century developments of Taijiquan as a neo-Daoist skill set, and our options as westerners.

16:00 hours: Taiji / Wudang yoga at TrainSpot: We will do a Wudang play yoga session to challenge your physical abilities and your mental peace. Like in our Friday evening class

17:00 hours: Free time for treatments and relaxing. make sure you book appointments first so that I have an idea of how many needles, hands, and time I should take with me.

19:00 hours: Dinner and conversation: Based on the traditional dialogue methods of Daoism we can touch any topic on the basis of equality. Food will certainly be part of the topic.

20:30 hours: Closing of the day with meditation: Developing the small heavenly circle meditation practice. First session: awakening Yangqi.

Saturday, 24 November
08:00 hours: Morning Meditation: Lingsheng meditation. Lingshen is a further development of Confucian practice also shared in Chan Buddhism, but taking the meditation process to beyond the bliss stage. 1st stage: awakening continuous awareness.

08:30 hours: Breakfast

09:30 hours: Walk into nature and Taiji. See the day before, but now focus is on finding qi in movement and nature. No, not energy.

13:00 hours: Lunch

15:00 hours: Talk / lecture: Discussing the Daoland philosophy of health, how to become healthy and how to avoid death. We talk alchemy and the nonsense of popular discourse.

16:00 hours: Taiji / Wudang yoga at TrainSpot. As the day before

17:00 hours: Free time for treatments and relaxing

18:00 hours: Dinner and conversation

20:00 hours: Public lesson based on bamboo qigong.

21:30 hours: Closing of the day with meditation: Small heavenly circle meditation. Yang dispersion in the large circle.

Sunday, 25 November
08:00 hours: Morning Meditation: Lingshen meditation. Entering the inner court (level 1 of 3)

08:30 hours: Breakfast

09:30 hours: Walk into nature and Taiji, as you know it. Finding peace with nature as life, as a means of developing awareness of the inner reality as stillness and space.

13:00 hours: Lunch

15:00 hours: Sight seeing / free time. Well, that is the plan, but we will see.

19:00 hours: Dinner and conversation

20:30 hours: Closing of the day with meditation: Small heavenly circle. The percolating and maturation process.

Monday 26 November
08:00 hours: Morning Meditation: Lingshen development of body form and the hidden jewel secret.

08:30 hours: Breakfast

09:30 hours: Walk into nature and Taiji. This class we will have to tie up all the practices in a final set to take home.

13:00 hours: Lunch

15:00 hours: Talk / lecture: Talking classics and our understanding

16:00 hours: Taiji / Wudang yoga at TrainSpot as before.

17:00 hours: Free time for treatments and relaxing.

19:00 hours: Dinner and conversation

21:30 hours: Closing of the day with meditation: small heavenly circle: the developmental plan.

Tuesday 27 November
07:00 hours: Meditation: Lingshen. Harmonizing lingshen with yangqi: emptying the heart. (Closing of level 1 teachings)

07:30 hours: Breakfast

08:00 hours: Transfer to Lisbon Airport.

I think this program is pretty full, but I think you will like it!

Eu te convido

ian-espinosa-742628-unsplash
Photo by Ian Espinosa on Unsplash

[English] [Dutch]

Ainda me lembro bem, a primeira vez que a pergunta “o que estou fazendo aqui?” apareceu. Eu tinha cinco anos, morava na Sicília. O Etna retumbou e cuspiu fogo. Eu acabei de estar à beira da morte por tifo. Naquela noite, no terraço, senti e ouvi o estrondo do vulcão e vi os fogos de artifício. O céu estrelado estava lá como sempre.

A minha mãe e a minha irmã mais velha também estavam lá e, no entanto, me senti como uma alienígena.

“O que estou fazendo aqui?” “O que é tudo isso?” Essas perguntas brincavam na minha cabeça e isso era o começo dum caminho longo cheio de solavancos, pedras, montanhas e vales. Muitas contusões, arranhões e feridas e o cenho franzido na testa se transformou numa ruga vertical permanente entre as minhas sobrancelhas.

Estudar livros grossos, aprofundar-me nas filosofias ocidentais e orientais, ensinar ioga e meditação trouxe algumas respostas, mas pouco para ser mais sábio. Celebrando e vivendo a vida, mergulhando nas profundezas, assumindo riscos com o adágio: vamos ver onde isso vai trazer-me, isso sim deu resultado. E, no entanto, a busca por uma saúde ótima e longevidade continua.

Foi assim que acabei nas filosofias chinesas. Confucionismo e taoísmo. Os livros sozinhos nunca me levaram mais longe, mas a aplicação e prática na vida real da ciência que está nesses livros, isso sim. Yoga ainda é uma media importante para mim e agora eu também pratico Wudang (chinês) yoga e Tai Chi Chuan.

Um mundo totalmente novo está se abrindo para mim. Eu gostaria de compartilhar esse mundo contigo, para que a tua vida diária também se torne mais leve.

É por isso que organizo um Retiro de Wudang Taijiquan de cinco dias. Juntamente com Eduardo Salvador e o professor de Taiji Rene Goris, de Amsterdão, quem nos treinará nesses dias.

Guesthouse Trainspot é o nosso alojamento durante o Retiro. Trainspot está localizado no restaurante / guesthouse antigo da estação abandonada Marvão-Beirã. As faixas são silenciosas e nos mostram um caminho. Marvão está localizado no meio do Parque Natural da Serra de São Mamede, na fronteira com a Espanha. Food & Beverage são fornecidos pela Trainspot e são adaptados ao programa e aos desejos dos participantes.

A língua de ensino será o inglês, com tradução para o português. Os dias estão cheios de meditação, treinamento e passar tempo na natureza, palestras sobre as filosofias subjacentes, comer, descansar e também dormir. Há tempo para acupunctura e massagens.

Tu também podes fazer todas as perguntas que estão na tua cabeça.

Se tu vens do exterior, há uma transferência do Aeroporto de Lisboa para Marvão. Para tornar a retiro o mais fácil possível para ti, o preço é all-inclusive. Só precisas comprar o teu próprio bilhete de avião. Assim podes concentrar-te 100% em ti mesmo. Cinco dias. O site dos Retiros no Alentejo oferece a informação e a possibilidade de te registar.

O meu Tai Chi começou em Jacarta

IMG_1635.jpg

[English]

Algo me atraiu por cerca de vinte anos. Eu não dei nenhuma atenção. Até a presente data. Sim, ocasionalmente fiz um workshop nessa direção e li um livro sobre o assunto. Mas é claro que não tive tempo.

Desde 2016, eu vivo novamente no Alentejo em Portugal e, acredite ou não: ainda não há tempo. Mesmo sem trabalho porque estou reformada, mesmo com todo esse silêncio Alentejano. Antes que percebesse, novamente tive uma prática de yoga e, portanto, uma pequena empresa com todos os direitos e obrigações que a acompanham. ‘De volta ao normal’.

Mas aquilo que atraiu não desapareceu. ‘Sem tempo’ não poderia mais servir como argumento. Havia e sempre há algo a acontecer. Então eu cortei a porcaria (no meu pensamento) e me inscrevi para estudar online com Rene Goris em Amesterdão. Isso foi em abril deste ano.

A disciplina: Wudang Taijiquan ou Tai Chi Chuan.

Todos os novos estudos são desconfortáveis e certamente para alguém que está acostumado a ensinar si mesma. Quando eu comecei, sabia pouco sobre essa antiga disciplina do movimento chinesa, exceto que ela me fascinou por 100% desde o primeiro momento em que a vi pessoalmente.

Isso foi em Jacarta, em 1989.

Eu estava lá para trabalhar e, de manhã cedo, quando o sol ainda não estava levantado, eu puxei as voltas na piscina do hotel. Mas eu não estava sozinha. Dois homens chineses mais velhos se moviam lentamente no crepúsculo da manhã. No silêncio mortal, fizeram movimentos lentos e idênticos.

Eu pensei: eu quero ser capaz de fazer isso também! Não sei porque. Parecia tão meditativo, tão quieto e ao mesmo tempo cheio de força.

Todas as manhãs daquela semana eu olhei para eles depois de nadar. O último dia eu perguntei o que eles estavam fazendo. Tai Chi, eles me disseram. Quando eu disse que queria aprender isso, eles responderam como se duma boca com um sorriso: “Agora não, continue nadando, assim que estiver pronto, tu vais fazer”.

Aparentemente estou pronto agora e entendo que eu não poderia ter feito isso mais cedo na minha vida. O treinamento provoca resistência. Os movimentos parecem ilógicos. Às vezes fico confuso sobre sair da minha zona de conforto. E ainda assim continuo. Agora, depois de meio ano, algo começa a se formar e a necessidade de mais cresce.

Mas sim, sem tempo. Tanta coisa para fazer. Eu tenho um marido, um estúdio de ioga, uma casa, família, amigos, comedores, bebedores e muita diversão. Quando devo treinar então? Eu agora reconheço a sabotagem. Cada dia fica mais claro que é apenas sobre o que eu quero agora, não sobre os pensamentos do passado que assombram a minha mente. Além disso, todos os dias minhas pernas ficam mais fortes, minhas costas mais direitas, a minha respiração mais profunda, a minha cabeça mais quieta e os meus braços mais leves. E isso para alguém que ensina aulas de hatha-yoga há 35 anos. Isso é exatamente o que me fascina. O corpo e a mente não têm limites. Os limites estão apenas na tua cabeça.

Então agora, junto com Eduardo Salvador, organizei um retiro para o final de novembro. Em volta do Taiji. Com Rene Goris de Amsterdão como mestre. Aqui no nosso lindo Alentejo. Para ti, também ser capaz de experimentar como é sair da tua zona de conforto de forma razoavelmente protegida e descobrir (novamente) a ti mesmo, tua força e tua vida.

Como se estivesses apaixonado. Mas agora, com ti mesmo.

Tu não precisas ser flexível; tu não precisas ter experiência. Então esses argumentos são falsos também como falta de tempo. E para os praticantes avançados de Taiji, é um novo desafio.

Talvez novembro seja um dia curto para as pessoas que têm um emprego remunerado e precisam pedir licença. E eu sei que se tu realmente queres alguma coisa, é possível. Então tu também podes inscrever-te para novembro.

Retiro/Retreat Wudang Taijiquan

img_6609

22 – 27 NOV. 2018  

ALENTEJO * MARVÃO * PORTUGAL 

No norte do belo Parque Natural da Serra de São Mamede situado em Portugal e na fronteira com Espanha, existe um lugar onde acontecem retiros muito especiais. Este lugar receberá um retiro de Tai Chi Chuan de Wudang. Este tipo de Tai Chi está a ser ensinado nas montanhas do Wudang na China e agora nas montanhas de São Mamede por um Mestre. Todas as sessões serão em inglês traduzidas em português.

Mais informação clique AQUI!

ENGLISH

In the North of the beautiful and wild natural park Serra de São Mamede situated in Portugal on the border with Spain there is a place where special retreats happen. This place will host a Wudang Taiji Quan Retreat. This type of Taiji is being taught in the Wudang Mountains in China and now in São Mamede Mountains by a Wudang master. All classes will be taught in English with Portuguese translation.

More information click HERE!