Yoga e Meditação em 2018

kaart-2018.jpeg

(FOR ENGLISH SCROLL DOWN)

Queridos Yoguis,

Depois um mês de descanso, festa e tal vez um pouco de reflexão, as aulas de yoga começarem o dia 2 de janeiro. Eu espero ansiosamente pela nova época. Aqui abaixo informação.

HATHA-YOGA
Quando: Terças e Quintas (primeira aula: 2 janeiro as 10:00 horas)
Hora: 10:00 e 19:00 horas
Onde: No estudio no Ninho de Empresas de Marvão em Santo António das Areias
Preço: € 20 por mês

DEIXA-ME SABER SE CONTINUAS (COMEÇAS) POR E-MAIL se faz favor.

SATSANG
Quando: Cada segundo domingo do mês (primeiro satsang: 14 janeiro10:00 horas)
Hora: 10:00-12:00 horas
Onde: Na minha quinta
Preço: € 10 por satsang

Se tens perguntas, pode telefonar-me ou escrever por e-mail.

Espero muito de ver os a próxima semana! Vamos fazer um ano de yoga fantástico, saudável e engraçado!

Beijinhos, Liesbeth


ENGLISH

Dear yogis,

After a week of relaxation, holiday, party time and who knows a little reflexion, the classes will start again on the 2nd of January. I am very much looking forward to this new season. I send you some information:

HATHA-YOGA
When: Tuesdays and Thursdays (first lesson: January 2 at 10:00 hours)
Time: 10:00 and 19:00 hours
Where: My yoga studio in the Ninho de Empresas de Marvão in Santo António das Areias
Price: € 20 per month

LET ME KNOW IF YOU WILL CONTINUE (OR START) BY E-MAIL PLEASE.

SATSANG
When: Every second Sunday of the month (first satsang January 14 at 10:00 hours)
Time: 10:00-12:00 hours
Where: My quinta
Price: € 10 per satsang

If you have any doubts or questions please call me or send an e-mail.

I surely hope to see you next week. Let’s make a great, healthy and fun yoga year!

Love, Liesbeth

O último Satsang do ano 2017

cropped-18193824_1959424380955633_8920102966326795577_n.jpg

(English version click here)

Era ventoso e chuvoso no último domingo. Havia nenhuma oportunidade para ser fora em natureza para meditação e conversação. Era uma experiência nova, estar junto na casa. Estávamos com dez participantes de qual dois novatos.

Como sempre a Susana Maridalho trouxe bolos deliciosos com mirtilo. Phine Verhoeff entrou com uma garrafa de Kombucha – grata amigas – e houve chá de gengibre e café. Essas manhas sempre passam rápido enquanto fazendo meditações longas e curtas e tendo conversações agradáveis.

O tema deste Satsang era:

O que podemos fazer para ficar cada vez com mas consciência?

Eu penso que adotando um hábito novo para substituir um velho, é um começo simples e bom. Se repetes o hábito na mente novo bastante tempo, se sentes a emoção ligada com o hábito no corpo e ages em conformidade, o hábito se tornará um automatismo e então virá natural. Outra coisa agradável é que se não usas o hábito velho ele diminuirá lentamente. A falta de atenção faz o truque.

Três exemplos simples

Criar novos pensamentos
Em acordar pela manhã, tu poderias substituir os teus primeiros pensamentos sobre ontem, hoje e amanhã para pensamentos de gratidão. Mesmo poderias escrever diariamente uma lista de coisas por quais estás grata.

Pessoas negativas
Quando notas uma pessoa negativa ao redor de ti, podes fazer três coisas:

a. Ir embora. Isso nem sempre é uma possibilidade.
b. Envie aquela pessoa. Nem sempre é possível.
c. Mudar os teus pensamentos sobre aquela pessoa. Isso sempre é uma opção.

Eu sei que a última opção perguntará algo de ti e mesmo pode levar tempo: investigar a tua opinião sobre aquela pessoa.

Só te perguntas – enquanto te amando ao máximo – quando estiveste uma pessoa negativa na tua vida. Sejas honesta e enfrente isto. A maioria das vezes, a situação dissolvera por si quando tu tiver a epifania.

Olhar e ver
E, há outro hábito que podes aprender. Um que levará entre 1 para 30 segundos. Bem, isso é tempo económico! Especialmente no mês de dezembro tens muitas oportunidades para praticar. Por exemplo enquanto expressando os teus desejos das boas festas.
Nos vivemos em tempos ocupados e parece que nós apenas temos um olho para um ao outro. Poderias começar olhar todo o mundo que encontras no olho. Tarda menos de um segundo. E, escuta-lhes. Quase sempre posa a pergunta: Tudo bem? Espera pela resposta. Assim o outro está sendo visto e ouvido e tu também. Isso é conexão. Naquele momento tu estás presente e consciente. No aqui e agora.

Conexão não está baseada em quanto tempo nós gastamos com alguém ou o que nós fazemos com eles, conexão sempre está baseada na qualidade de presença. (Katherine Schafler)

Grata a vocês tudo par ser presente nos Satsangs e para a sua inspiração. Nós olharemos um ao outro no olho pronto.

As aulas de yoga iniciaram na terça feira, dia 2 de janeiro 2018.

O próximo Satsang estará no domingo 14 de janeiro 2018 as 10:00 horas.

Novas iniciativas

DSC03765
Curso de meditação junho 2017
(for English click here)

Queria partilhar com vocês algumas novidades:

Com tantas pessoas interessadas em meditação vou oferecer duas iniciativas novas.

Satsang 2017-2018

Talvez a palavra Satsang pede uma explicação:

Satsang é uma palavra sânscrita (sat = verdade, sanga = companhia). Normalmente é traduzido como “Encontro com a Verdade”.

Satsang para mim significa sentar-me junto com pessoas quem estão no caminho para a conscientização. Com pessoas quem querem encontrar a Verdade e sabem que haja mais na vida de que podemos registar com os nossos sentidos.

Nós temos o mesmo objetivo com um fio condutor: Conhece-te a ti mesmo.

Cada Satsang tem um tema próprio. Meditamos sobre este tema e falamos sobre as nossas experiências com este tema. Nos aprendemos sempre uns dos outros. Filosofar é bom e melhor é pôr em prática o que aprendemos. Assim a vida vai mudar na direcção que escolha.

Onde: Quinta Os Chões (a minha quinta na Ponte Velha)
Quando: Nos segundos domingos do mês. Em 2017: 12 de novembro e 10 de dezembro.
Hora: 10:00-12:00 horas
Preço por satsang: 10 €

Aula semanal de meditação 2018

Onde: Quinta Os Chões (a minha quinta na Ponte Velha)
Quando: Segundas-feiras
Primeira aula: 8 de janeiro 2018
Hora: 19:00-20:00 horas
Preço por aula: 5 €

Inscrições & informações:
Liesbeth Steur
Telemóvel: 967 421 914
E-mail: liesbeth@liesbethsteur.com
Website: http://www.yogastudiomarvao.com
Facebook: @yogastudiomarvao

Meditação na Primavera 2017

13 Nós Nós kopie

Grata a Nós: Isilda Garraio, Ivo Francisco, Susana Maridalho, Liesbeth Steur, Lina da Paz, João Romacho, Helena Pinadas, Isabel Carita, Jeroen Aben, Vivi Carita e sentada Beatriz Mathias. Nesta última aula três participantes não puderam assistir com muita pena: Hermelinda Carlos, Tânia Ramos e Julieta Garraio.

 

Ontem foi a sexta aula de cinco. Seis semanas nas manhas dos domingos.

Nestas manhas falamos das causas do stress: MEDO

O medo está na raiz de stress e é causada por apenas duas coisas: a. O pensamento que posso perder o que possuo; b. O pensamento que não posso conseguir o que quero. Ter medo é igual a não viver na realidade. Portanto ter stress ou outras incomodidades é um sinal que não estás em contato com que está mesmo em frente do teu nariz. “Eu parei de contradizer a realidade. Como sei que o vento tem de fazer vento? Faz vento! Como sei que uma coisa é da mais alta ordem? Acontece!

Opor-te a “o que é” é como ensinar o gato a latir. É um caso desesperado.”

Falamos da ordem da criação: PENSAR – SENTIR– ATUAR – TER

Todo o desconforto da nossa vida começa com um pensamento. Um pensamento inconsciente. Este pensamento causa um sentimento que te provoca pensar. Tu reages. Tu atuas e isso significa que tu precisas de algo fora de ti mesmo para apaziguar ou alimentar a emoção/o sentimento.

Portanto stress é o resultado de afeiçoar-te a um pensamento que é contrário à realidade, mas em teus olhos este pensamento é a verdade. Até que identificas este pensamento. Então stress não cai do céu ou vem de outras pessoas ou circunstâncias. Ele é causado por uma falta de autoconhecimento e falta de compreensão da realidade.

Falamos da nossa força de vontade que temos por duas razões:

1. Para sobreviver em tempos difíceis.

2. Para atingir consciência.

A força de vontade não serve para impor a tua vontade contra o fluxo. A longo prazo raramente resulta num sucesso.

Falamos do que faz-nos agir na vida.

É a viagem eternal para procurar:

Amor, aprovação e apreciação (AAA)

Primeiro aprendemos que o outro é mais importante do que nós mesmos. Primeiro o outro, depois tu. Tu és muito menos valioso do que o outro. Aqui começa o complexo de inferioridade de que quase todo o mundo sofre. É o provocador de muito sofrimento neste mundo. Aprendemos a amar todas as pessoas e nós não aprendemos a nos amar a nós mesmos. Isso é quase um pecado mortal. E porque nós não aprendemos amar-nos a nós próprios, estamos sempre a tentar obter o amor, a aprovação e a apreciação do outro. Se não conseguimos isso, ficamos deprimidos ou lutamos. Na verdade, tu estás no papel de vítima. Tu não és o líder da tua vida.

A minha pergunta é: como posso amar alguém se eu não sei como me amar a mim mesmo?

Falamos de ser humano.

Como e de que somos construídos? Não somos apenas um corpo físico. Somos energia pura e compomo-nos de camadas de frequências diferentes que envolvem a alma.

1. O corpo espiritual: é a camada mais sutil e com a frequência mais alta das camadas. E o contato com a forma mais pura da consciência.

2. O corpo intelectual: a casa da consciência maior, intuição, consciência, sabedoria e intelecto. Esta camada faz possível para ti de poder pôr de lado o ego/os pensamentos e de observar/notar o que acontece realmente.

3. O corpo mental: este corpo tem influência sobre os teus pensamentos, emoções e o sistema nervoso e sobretudo influência sobre o processamento de pensamentos no nível mais baixo. O nível onde vivemos.

4. O corpo energético: é a força vital que conduz tudo o que fazemos (prana). Uma respiração correta pode mandar esta energia.

5. O corpo físico: é a camada exterior da nossa existência. O que é visível e tocável.

Falamos das chakras.

  1. Cóccix – vermelho
  2. Na barriga três centímetros debaixo o umbigo – laranja
  3. No meio entre o umbigo e o coração – amarelo
  4. O coração – verde
  5. A garganta – azul
  6. Entre as sobrancelhas – violeta
  7. A coroa – branco

Então, agora sabes como o corpo é construído em todas as camadas e como nós somos dominados pelos nossos pensamentos inconscientes e não investigados.

MEDITAR COMO RITUAL DIÁRIO É ESSENCIAL PARA LIBERTAR-TE E PARA FUNCIONAR TOTALMENTE LIVRE NA VIDA.


 

Falamos do nome e apelido

Já sabemos que no momento que nascemos, somos carregado com a história da família. Nunca fazemos tábua rasa. Depois recebemos um nome e uma educação.

Nasces numa família certa, num lugar certo e recebes um nome. Numa palavra: o teu constelação. Quase sempre recebemos o nome dos pais. O seu escolha para um nome está influenciado inconscientemente por o lugar e a hora do nascimento, por quem são os seus pais/denominadores, como atuam na vida e por os seus antecedentes nos genes. O nome doado se entretece com ti e em seguida durante todo a vida te trata por isso nome.

O nome leve o teu potencial de vida. Quero dizer: todos os ferramentas para desenvolver os teus dons e talentos nas circunstâncias do teu nascimento: a constelação.

Quando não moras totalmente no nome atribuído, também não moras na tua vida, tua existência.

NUNCA ESQUECE:

 que é desejado e que é uma criação indispensável de Deus.

 

 

 

 

Curso de Meditação

stones-1372677_960_720
 FOR ENGLISH CLICK HERE.
Um curso de meditação e desenvolvimento da auto-conhecimento e auto-estima em 6 aulas de duas horas nos domingos das 10:00 horas até as 12:00 horas.
1. Domingo 07 de maio 2017
2. Domingo 14 de maio 2017
3. Domingo 21 de maio 2017
4. Domingo 28 de maio 2017
5. Domingo 04 de junho 2017
6. Domingo 11 de junho 2017
Número mínimo de participantes: 5 e máximo 10.
Preço du curso: € 60. Com mais participantes que 5, o preço pode ser diminuída.
As vagas são limitadas então inscreva-se rapidamente.
Mais informações seguirão.