Um novo Retiro

DSC00043 kopie

[English]  [Dutch]

Uma pergunta pessoal
Ainda me lembro bem, a primeira vez que a pergunta “o que estou fazendo aqui?” apareceu. Eu tinha cinco anos, morava na Sicília. O Etna retumbou e cuspiu fogo. Eu acabei de estar à beira da morte por tifo. Naquela noite, no terraço, senti e ouvi o estrondo do vulcão e vi os fogos de artifício. O céu estrelado estava lá como sempre. A minha mãe e a minha irmã mais velha também estavam lá e, no entanto, me senti como uma alienígena.

“O que estou fazendo aqui?” “O que é tudo isso?” Essas perguntas brincavam na minha cabeça e isso era o começo dum caminho longo cheio de solavancos, pedras, montanhas e vales. Muitas contusões, arranhões e feridas e o cenho franzido na testa se transformou numa ruga vertical permanente entre as minhas sobrancelhas.

Taoísmo e natureza
Estudar livros grossos, aprofundar-me nas filosofias ocidentais e orientais, ensinar ioga e meditação trouxe algumas respostas, mas pouco para ser mais sábio. Celebrando e vivendo a vida, mergulhando nas profundezas, assumindo riscos com o adágio: vamos ver onde isso vai trazer-me, isso sim deu resultado. E, no entanto, a busca por uma saúde ótima e longevidade continua.

Foi assim que acabei nas filosofias chinesas. Confucionismo e taoísmo. Os livros sozinhos nunca me levaram mais longe, mas a aplicação e prática na vida real da ciência que está nesses livros, isso sim. Yoga ainda é uma media importante para mim e agora eu também pratico Wudang (chinês) yoga e Tai Chi Chuan. Um mundo totalmente novo está se abrindo para mim. Eu gostaria de compartilhar esse mundo contigo, para que a tua vida diária também se torne mais leve.

É  por isso que organizo um novo Retiro de Wudang Taijiquan (de cinco dias). Juntamente com Eduardo Salvador e o mestre de Taiji Gongfu, Rene Goris de Amsterdão, quem nos treinará nesses dias.

Guesthouse Trainspot é o nosso alojamento durante o Retiro. Trainspot está localizado no restaurante / guesthouse antigo da estação abandonada Marvão-Beirã. As faixas são silenciosas e nos mostram um caminho. Marvão está localizado no meio do Parque Natural da Serra de São Mamede, na fronteira com a Espanha. Food & Beverage são fornecidos pela Trainspot e são adaptados ao programa e aos desejos dos participantes.

Retiro
A língua de ensino será o inglês, com tradução para o português. Os dias estão cheios de meditação, treinamento e passar tempo na natureza, palestras sobre as filosofias subjacentes, comer, descansar e também dormir. Há tempo para acupunctura e massagens. Tu também podes fazer todas as perguntas que estão na tua cabeça.

Se tu vens do exterior, há uma transferência do Aeroporto de Lisboa para Marvão. Para tornar a retiro o mais fácil possível para ti, o preço é all-inclusive. Só precisas comprar o teu próprio bilhete de avião. Assim podes concentrar-te 100% em ti mesmo. Cinco dias.

O site dos Retiros no Alentejo (https://info308760.wixsite.com/trainspottaijiquan) oferece a informação e a possibilidade de te registar.

Eu te convido

ian-espinosa-742628-unsplash
Photo by Ian Espinosa on Unsplash

[English] [Dutch]

Ainda me lembro bem, a primeira vez que a pergunta “o que estou fazendo aqui?” apareceu. Eu tinha cinco anos, morava na Sicília. O Etna retumbou e cuspiu fogo. Eu acabei de estar à beira da morte por tifo. Naquela noite, no terraço, senti e ouvi o estrondo do vulcão e vi os fogos de artifício. O céu estrelado estava lá como sempre.

A minha mãe e a minha irmã mais velha também estavam lá e, no entanto, me senti como uma alienígena.

“O que estou fazendo aqui?” “O que é tudo isso?” Essas perguntas brincavam na minha cabeça e isso era o começo dum caminho longo cheio de solavancos, pedras, montanhas e vales. Muitas contusões, arranhões e feridas e o cenho franzido na testa se transformou numa ruga vertical permanente entre as minhas sobrancelhas.

Estudar livros grossos, aprofundar-me nas filosofias ocidentais e orientais, ensinar ioga e meditação trouxe algumas respostas, mas pouco para ser mais sábio. Celebrando e vivendo a vida, mergulhando nas profundezas, assumindo riscos com o adágio: vamos ver onde isso vai trazer-me, isso sim deu resultado. E, no entanto, a busca por uma saúde ótima e longevidade continua.

Foi assim que acabei nas filosofias chinesas. Confucionismo e taoísmo. Os livros sozinhos nunca me levaram mais longe, mas a aplicação e prática na vida real da ciência que está nesses livros, isso sim. Yoga ainda é uma media importante para mim e agora eu também pratico Wudang (chinês) yoga e Tai Chi Chuan.

Um mundo totalmente novo está se abrindo para mim. Eu gostaria de compartilhar esse mundo contigo, para que a tua vida diária também se torne mais leve.

É por isso que organizo um Retiro de Wudang Taijiquan de cinco dias. Juntamente com Eduardo Salvador e o professor de Taiji Rene Goris, de Amsterdão, quem nos treinará nesses dias.

Guesthouse Trainspot é o nosso alojamento durante o Retiro. Trainspot está localizado no restaurante / guesthouse antigo da estação abandonada Marvão-Beirã. As faixas são silenciosas e nos mostram um caminho. Marvão está localizado no meio do Parque Natural da Serra de São Mamede, na fronteira com a Espanha. Food & Beverage são fornecidos pela Trainspot e são adaptados ao programa e aos desejos dos participantes.

A língua de ensino será o inglês, com tradução para o português. Os dias estão cheios de meditação, treinamento e passar tempo na natureza, palestras sobre as filosofias subjacentes, comer, descansar e também dormir. Há tempo para acupunctura e massagens.

Tu também podes fazer todas as perguntas que estão na tua cabeça.

Se tu vens do exterior, há uma transferência do Aeroporto de Lisboa para Marvão. Para tornar a retiro o mais fácil possível para ti, o preço é all-inclusive. Só precisas comprar o teu próprio bilhete de avião. Assim podes concentrar-te 100% em ti mesmo. Cinco dias. O site dos Retiros no Alentejo oferece a informação e a possibilidade de te registar.

Retiro/Retreat Wudang Taijiquan

img_6609

22 – 27 NOV. 2018  

ALENTEJO * MARVÃO * PORTUGAL 

No norte do belo Parque Natural da Serra de São Mamede situado em Portugal e na fronteira com Espanha, existe um lugar onde acontecem retiros muito especiais. Este lugar receberá um retiro de Tai Chi Chuan de Wudang. Este tipo de Tai Chi está a ser ensinado nas montanhas do Wudang na China e agora nas montanhas de São Mamede por um Mestre. Todas as sessões serão em inglês traduzidas em português.

Mais informação clique AQUI!

ENGLISH

In the North of the beautiful and wild natural park Serra de São Mamede situated in Portugal on the border with Spain there is a place where special retreats happen. This place will host a Wudang Taiji Quan Retreat. This type of Taiji is being taught in the Wudang Mountains in China and now in São Mamede Mountains by a Wudang master. All classes will be taught in English with Portuguese translation.

More information click HERE!

Curso de Meditação

stones-1372677_960_720
 FOR ENGLISH CLICK HERE.
Um curso de meditação e desenvolvimento da auto-conhecimento e auto-estima em 6 aulas de duas horas nos domingos das 10:00 horas até as 12:00 horas.
1. Domingo 07 de maio 2017
2. Domingo 14 de maio 2017
3. Domingo 21 de maio 2017
4. Domingo 28 de maio 2017
5. Domingo 04 de junho 2017
6. Domingo 11 de junho 2017
Número mínimo de participantes: 5 e máximo 10.
Preço du curso: € 60. Com mais participantes que 5, o preço pode ser diminuída.
As vagas são limitadas então inscreva-se rapidamente.
Mais informações seguirão.

Yoga melhora a qualidade de vida

yoga10-001

Depois de 35 anos de ensino de yoga na Holanda, eu esperava aqui “no campo” participantes com menos stress. Mas, quando comecei a ensinar yoga aqui não tinha imaginado quanto stress os participantes têm. Me perguntei o que causa este stress? Não pode ser o ambiente rural ou o ar saudável ou o pouco tráfego ou a zona escassamente povoada? Algumas das razões por que eu vivo no campo, longe da cidade grande. Mas não, nada disso. São as mesmas causas como em cidades. O MEDO.

O MEDO É SÓ DUAS COISAS:
– Alguém vai diminuir-me o que eu possuo.
– Alguém não da o que eu quero.

Na vida quotidiana, esta significa:
– O medo da falta de dinheiro.
– O medo de não ser amado.

Nos esquecemos sempre a realidade da vida, o que está em frente dos nossos narizes. Sempre pensamos em coisas do passado ou da amanha. Parece quase impossível parar estes pensamentos que vêm e vão sem razão.

Eu ouso dizer que é possível controlar o mente, como o corpo!

É só uma questão de treinamento, assim como a formação do corpo. Os músculos que você nunca treina, desaparecem!

Se você não usá-lo, você perdê-lo!
If you don’t use it, you lose it!

Hatha Yoga não é só ginástica, para treinar o corpo para pôr dominar-lo. Ao mesmo tempo é para treinar o mente, para pôr dominar-lo. Dois coelhos com uma cajadada.


Você é o mestre de seu corpo e sua mente


 Sim um pouco de controla do mente – dos pensamentos – o stress queda.

Aqui no Alentejo – como na cidade e todo o mundo – as pessoas vivem em regime de sobrecarga para a mente, provocada por preocupações e problemas de toda a espécie, desde os problemas mundiais, a dificuldade de transporte à subida incessante do custo de vida. Por outro lado, há também a sobrecarga para o pobre organismo (nervos, músculos) porque é preciso trabalhar em mais do que um emprego a fim de não sucumbir às condições aflitivas do orçamento. Também as ocupações rotineiras e sedentárias fatigam-no.

Com a sua prática de Hatha Yoga, conseguirá restaurar as suas forças exauridas. Como exercício, melhor do que qualquer outro, será uma garantia contra o envelhecimento precoce, irá mantê-lo em boa forma física, livre da fadiga, da irritação, do desânimo, da neurastenia, do stresse omnipresente, da sensação de que não tem forcas para viver.

Como eu sé da experiencia que praticar yoga resulta num corpo e mente sano, eu não quero nada mais do que vocês têm pelo menos um pequeno pedaço desta experiencia.

Só precisa vir todas as semanas e deixa os preocupações da vida quotidiana fora da sala de yoga.

O primeiro passo é: Conscientize-se de seu corpo!