Onde é que está a verdade?

pawel-szvmanski-F85pIdl7cS8-unsplash copy.jpg
Photo by pawel szvmanski on Unsplash

(English) (Nederlands)

Minha mãe com ascendência indonésia (Els Steur-Schul 1919-2013) não gostava de extremos, contradições e discussões barulhentas na maneira holandesa, nas quais os participantes queriam impor sua própria verdade uns aos outros. Ela silenciou cautelosamente, dizendo em retrospecto – nunca no calor da batalha – que a verdade está em algum lugar no meio. Quando jovem, eu fui bastante franco e não entendi completamente o que essa afirmação significava. Sim, que todos estavam, portanto, um pouco certos. E isso não foi possível.

Enquanto isso, não sou mais uma menina e, vivendo a vida, percebi que minha mãe está certa. Hoje em dia me ouço pensando e fico calado durante discussões de alto nível. Talvez faça parte da juventude defender algo e descobrir que é a única verdade. Eu também acho que tomar uma posição tem que ser, apenas para descobrir que se trata de algo completamente diferente da sua própria verdade. Pelo menos se quiser ter algo de compreensão. Porque nem todo mundo quer tomar consciência de seu próprio funcionamento. Mais precisamente, nem todos sabem que PODEM tomar consciência de si mesmos.

Um contraste em nosso mundo é, por exemplo, as mudanças climáticas e suas causas. É o homem que faz tudo errado ou o culpado é o universo por tudo isso? Aqueles que pensam que isso se deve a ações humanas contribuem por comprar um carro eléctrico e com um ponto de carregamento instalado em frente à porta ou na garagem. Eles se tornam veganos e compram tudo online.
Os ativistas vão às ruas e amaldiçoam outros que continuam queimando gás e comendo carne e chamam esse grupo de negadores. Um gosta de Greta T., o outro a acha uma marca de marketing dos bilionários que podem rechear seus bolsos através de suas usinas de biomassa ecológica. Não é importante que o clima de vida na Terra seja destruído. (Planet of the Humans).

Entramos em uma era na qual podemos rastrear todas as informações via internet. Não precisamos ir à universidade para aprender tudo. Como é estranho que a maioria dos virologistas da Terra tenha sua própria idéia sobre o Covid-19. Qual é a verdade? Felizmente, as pessoas podem se informar muito bem se tomarem tempo para fazê-lo.

A vida ideal não é apenas matéria ou mente. Não é um ou outro. São os dois. É importante conhecer o mundo material o máximo possível e é igualmente importante conhecer a mente. O que está entre os dois pode muito bem ser a verdade.

Desenvolver a mente me conscientiza de mim e do meu ambiente e do meu papel nesse ambiente. Isso me faz perceber que a terra – natureza – torna a vida humana possível e oferece tudo para viver a vida. O homem não precisa faltar nada. Desenvolver meu conhecimento sobre a matéria me permite fazer uso de invenções que contribuem para uma vida na qual menos esforço deve ser feito, para que haja novamente mais tempo para a conscientização.

Matéria e mente pertencem juntas como os dois ossos do meu braço. A verdade pode estar na flexão do cotovelo. Basta mover o braço e sentir conscientemente a curva flexível. Mesmo se criar um músculo com raiva ou um punho, essa curva estará sempre lá.

Foco ou concentração

paul-skorupskas-7KLa-xLbSXA-unsplash
Photo by Paul Skorupskas on Unsplash.com

[English]  [Nederlands]

Durante a nossa criação, nunca aprendemos a concentrar-nos. Já nos disseram desde a infância que devemos fazer isso e ninguém explica como. Nem mesmo os nossos pais. Eles raramente dão um bom exemplo. O que aprendemos é ficarmos distraídos. Sete dias por semana, catorze horas por dia, se não mais. Nós (re) agimos em impulsos vindos de fora de nós. Então somos muito bons em nos deixar distrair porque é isso que fazemos. Em última análise, trazer insatisfação total com as nossas vidas e até alcançar um possível objetivo é difícil, se não impossível.

Foco é o que queremos e para poder ter isso, devemos treinar a nossa concentração. Não aprendes isso num dia. Então, para se tornar uma estrela em ter e manter a concentração primeiro temos que entender como tudo isso funciona nas nossas cabeças.

Existem duas coisas: Mente e consciência.

A mente é uma área muito grande, aparentemente infinita, que podes dividir em todos os tipos de seções relacionadas a estados mentais; com emoções como medo, ciúme, amor, sexo, comida, ódio, raiva, amistade, bondade, empatia etc.

A consciência é uma bola brilhante de luz. É um dado. É sempre a mesma coisa. Essa bola nunca muda de cor, energia, potência ou intensidade.

monique-pongan-ItzbIyqj6X4-unsplash
Photo by Monique Pongan on Unsplash.com

Em que tu focas, encontraras a bola de luz lá. A tua consciência está lá naquele lugar. Aquele lugar está iluminado.

Exemplo:
Vais ao cinema. O diretor colocou tudo nesse filme para excitar o máximo de emoções possível com os espectadores. Moves do medo ao amor, da raiva ao entendimento. Quando o filme termina lês as palavras “The End” e suspiras. Que filme foi esse! Com o seu jeito de filmar, o diretor trouxe a tua bola de luz para todas as partes da tua mente. Assim permites que alguém ou algo faça isso. Isso é exatamente o que acontece o dia todo. Tudo ao teu redor traz a tua consciência para todos os tipos de lugares na tua cabeça. És na verdade um brinquedo do teu ambiente.

Precisas fazer treinamento de concentração diariamente para conseguir algo. Como tens que treinar tudo o que queres se tornar bom. Um talento não vale nada sem treinamento.

Começa simplesmente concentrar-te ao longo do dia numa coisa de cada vez. Se conversar com o teu parceiro, fique por 100%. Fique lá!

A vida é uma aparência (manifestação) de onde a tua energia flui. A tua concentração, atenção ou consciência. Portanto, a tua vida é um reflexo de tua liderança sobre ti e o mundo.

Seja firme com o teu foco e vens aprender meditar! (Calendário)

(Interpretação livre das palavras do Monge Dandapani)