8 Mitos sobre yoga

101_0144
O meu caminho em Holanda | My path in Holland

(FOR ENGLISH CLICK HERE)

Quase toda a gente já ouviu falar de yoga. Mas o facto de se falar muito de yoga, hoje em dia, não significa que as pessoas estejam mais esclarecidas sobre o assunto, do que estavam há uns anos atrás, em que o yoga era desconhecido para a maioria.

Por isso há muitos mitos sobre o yoga. Mitos que não são verdade.

A verdade é que o YOGA É PARA TODOS!

1. É preciso ser flexível para praticar yoga
Falso. Yoga não é ginástica ou acrobacia. O corpo é usado como uma ferramenta de trabalho interior. Por causo disso um praticante vai até onde o seu corpo permite. Com o tempo, o corpo irá permitindo mais e mais.

2. O yoga é muito parado
Pode ser, depende do tipo de aula. Em prática yoga pode ser ativo ou lento mais sempre com um movimento fluido. O Hatha-yoga original compreende tudo.

3. O yoga é para mulheres
Felizmente cada vez menos homens pensam desta forma. No momento que vencem a sua aversão, percebem que o yoga é para todos.

4. O yoga é uma religião
Falso. O yoga não é uma religião e não exclui ninguém. O yoga é uma filosofia de vida, que nos ensina a viver de forma mais consciente. É um caminho que nos ajuda a tomar consciência da dimensão espiritual da vida e a estarmos mais em sintonia com ela.

5. O yoga é para relaxar e acalmar
A calma e o relaxamento são consequências da pratica de yoga, não objectivos. Um yogi é um ser humano normal, de carne e osso, com as suas forças e fraquezas e emoções. Com a yoga podemos estar mais conscientes do que sentimos, gerindo assim as nossas emoções de forma mais produtiva.

6. O yoga é uma atividade física
Apesar de haver uma forte componente física na pratica, o yoga é um trabalho interior. Quando estamos a executar as posturas, o objectivo nunca é trabalhar o corpo pelo corpo, mas sim usá-lo como um instrumente para abrir a porta de entrada para o mais profundo do nosso ser. Por isso, nunca compare yoga com pilates ou com uma outra atividade física qualquer, mesmo quando os exercícios pareçam semelhantes. O yoga é o que fazemos por dentro!

7. Quem pratica yoga é muito espiritual
O que conta é o que fazemos por dentro, não o que fazemos por fora. Quando um praticante se senta numa postura meditativa de olhos fechados – aparentemente a “meditar” – não significa que ele está de facto a trabalhar a sua espiritualidade.

8. Para praticar yoga é preciso ser vegetariano
É verdade que praticantes de yoga se alimentam mas consciente por qualquer razão. Por respeito dos animais, entorno ou saúde. Tens escolha livre e esta escolha procura do interior. A pratica regular de yoga resulta numa maneira natural numa transformação que é oportuna para a tua vida.

Vem praticar yoga e experimente o que é a verdade sobre yoga.

(Basado num artigo de Catarina Mota)

Savasana – a postura de Cadaver

img_7547
Savasana – a postura de cadaver

Diz-se que esta postura é a mais fácil a executar, senão a mais difícil a dominar.

Para um “yogi” é a prova mais importante porque a Savasana é sobretudo um desafio de soltar tudo tensão em cada parte do corpo e mente.

Esta postura permite assimilar os benefícios da prática. A atividade mental reduz-se ao mínimo e os sentidos abstraem-se do que os rodeia.

Como executar:

Deite-se de barriga para cima, com as costas bem apoiadas no chão.

Afaste os pés um pouco mais do que a largura das ancas, estique os braços ao longo do corpo e mantenha as palmas das mãos viradas para cima, afastadas do corpo cerca de 25 cm.

Feche os olhos.

Dobre os dedos das mãos à medida que a tensão corporal desaparece.

Com cada respiração, liberte a rigidez muscular e abandone todas as ações e pensamentos.

Mantenha-se nessa posição durante 5 ou 10 minutos.

Para desfazer a postura, comece a mover lentamente os dedos e estique todo o corpo, como se se espreguiçasse ao acordar.

Rode lentamente para o lado direito e deixe-se ficar assim durante algumas respirações. Para se levantar, socorra-se da mão esquerda.

 

As posturas de yoga - ASANAS - consistem no movimento ao entrar na postura e no tempo de ficar na postura - sem mover - treinar e relaxar dentro da postura. O esforço físico transforma-se num estado relaxado com a ajuda da respiração (5-10 vezes a respiração total) e concentração da mente. No final fazemos o movimento para voltar à postura inicial.

 

 

Postura fácil de sentar – Sukhasana

Apesar de passar grande parte do seu dia sentado, isso não significa que a sua postura sentado seja saudável. Os imensos problemas de costas são disso prova.

sukhasana

Uma postura correta ao sentar-se vale ouro. Esta postura com as pernas cruzadas pode contribuir para recuperar a sua flexibilidade natural; flexibilidade que conheceu quando criança, numa altura em que podia sentar-se facilmente no chão durante horas enquanto brincava.

Estar sentado numa postura correta (durante todo o dia) significa que o funcionamento natural da pélvis e da parte inferior das costas recupera. A posição sentada é a forma mas estável para o corpo porque as ancas, as articulações pélvicas e a parte inferior das costas têm de carregar o peso do corpo (não as pernas e pés) e estão em contato com o chão. É por isso que esta postura é usada para meditação. Não há nenhuma distração de gravitação e respiração, e as energias corporais estão livres e disponíveis para o silêncio/meditação.

MAIS:

Quando os joelhos ficam mais altos do que as ancas, a pélvis inclina-se para trás. Isso provoca uma curvatura da coluna vertebral. Estar sentado assim é cansativo e não sobrará qualquer energia para os exercícios. É importante que faça o relaxamento dentro da postura, sentando-se numa almofada ou algo mas alto (apoio). Enquanto as ancas estão mais altas que os joelhos. Quanto menor for a sua flexibilidade, mais alto deverá ser o apoio.

Para algumas pessoas não será possível encontrar uma postura sentada confortável no chão, com a ajuda do apoio. Neste caso devemos usar uma cadeira para exercícios de respiração e meditação.

As posturas de yoga - ASANAS - consistem no movimento ao entrar na postura e no tempo de ficar na postura - sem mover - treinar e relaxar dentro da postura. O esforço físico transforma-se num estado relaxado com a ajuda da respiração (5-10 vezes a respiração total) e concentração da mente. No final fazemos o movimento para voltar à postura inicial.

A montanha – tadasana

Esta postura evoca imagens que se referem a uma base estável e fundado e uma coroa que alcança para o céu.

Tadasana - A Montanha
Tadasana – A montanha
Tadasana consiste em permanecer direito e firme como uma montanha (tada=montanha).
  1. Concentre-se na respiração.
  2. Firme-se no chão com os pés juntados ate que os dedos grandes se toquem. Afaste os restantes dedos.
  3. As pernas estão viradas a fora ligeiramente.
  4. Distribue o peso do corpo encima das plantas dos pés numa maneira uniforme.
  5. Encolha ligeiramente a barriga para dentro e estique o peito com as costas direitas e a cabeça alinhada com o resto do corpo.
  6. Os braços acompanham o corpo, com os dedos virados para o chão e as palmas para o corpo.
  7. Certifique-se de que os ombros e o pescoço estão relaxados.
As posturas de yoga - ASANAS - consistem do movimento para entrar na postura e um tempo de ficar na postura - sim mover - para trainar como relaxar dentro da postura. Pois, o esforço físico transforma-se num estado relaxado com a ajuda da respiração (5-10 vezes a respiração total) e concentração do mente. Ao final fazemos o movimento para voltar à postura inicial.